Reestruturação ministerial pode aumentar a fome e destruir o meio ambiente?
07/01/2019 09:33 em Política & Economia

Especialistas avaliam a possibilidade real de aumento da fome e degradação do meio ambiente no Brasil a partir do desenho ministerial adotado pelo atual governo de Bolsonaro. Para Larissa Mies Bombardi (USP) “a justiça humana e ambiental ficam subordinadas aos interesses econômicos” – afirma.

O fim do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) e o rebaixamento da Fundação Nacional do Índio (Funai) que deixa de ser responsável pela demarcação de terras indígenas perdendo esta atribuição para o Ministério da Agricultura comandado pelos ruralistas, defensores de desmatamento e liberação total dos agrotóxicos, apontam para um risco iminente da perda da soberania alimentar no país, o aumento da fome, o risco da segurança hídrica nacional e demonstra que o governo tem total desprezo pela questão agrária.

A entrevista completa realizada pela Rede Brasil Atual você ouve AQUI

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!