Empresa mantém 265 Câmeras de Segurança Pública em Goiânia Desligadas Por Falta de Pagamento
08/01/2019 11:34 em Cidadania

Nenhuma imagem captada pelos 265 equipamentos espalhados por Goiânia está disponível para a polícia. Os agentes de segurança que monitoram as câmeras deixaram de prestar o serviço de apoio às viaturas, 24h, em tempo real, desde outubro de 2018.

 

O problema é que governo Marconi (PSDB) terceirizou o serviço de videomonitoramento da segurança pública do estado e não pagou a I9, empresa contratada.

 

A terceirizada, I9, informa que a dívida do estado está em mais de R$ 4 milhões de reais e que atrasos começaram em 2017.

 

O Secretário de Segurança do governo Caiado (DEM), Rodney Miranda, tenta negociar os débitos com a I9, mas sem caixa, solicitou à empresa a suspensão dos serviços por 90 dias.  

 

Por outro lado, o cidadão que paga impostos questiona sobre a validade e a eficácia da terceirização (privatização) de setores estratégicos do país como segurança, educação e saúde, vale à pena?

 

 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!