Comício da Central | TVT na História
Em 13 de março de 1964, o presidente João Goulart firmava seu compromisso com o povo e os movimentos sociais, pelo crescimento do país, combatendo a pobreza e a desigualdade. Setores conservadores da sociedade civil e empresarial já viam o governo Jango com maus olhos e esperavam o menor deslize para atacar: esse compromisso, firmado em um grande comício realizado na Central do Brasil, neste mesmo dia, foi o estopim para que o presidente fosse derrubado. Instituições como o IPES já promoviam ataques ferozes ao presidente, acusando seu governo de comunista e populista, assim como diversos veículos de informação, como o jornal Tribuna da Imprensa, do então governador da Guanabara, Carlos Lacerda. Então, o compromisso de Jango com as Reforma de Base, que prometiam reformular todo o sistema político, tributário e de bem estar social do Estado, representou um ataque direto a esses setores que não queriam perder sua hegemonia. A justificativa da "ameaça comunista" foi apenas um pretexto para ações coordenadas, envolvendo políticos, religiosos e militares, que levaram o país a um golpe feroz, que oprimiu o país por mais de 20 anos. Confira nesse episódio do TVT na História o discurso histórico de João Goulart no Comício da Central e os acontecimentos posteriores, que levaram ao golpe de 1964. Este episódio é o primeiro do TVT na História sobre a ditadura, os próximos episódios serão exibidos em abril, mostrando diversos fatos políticos da época.
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!