Quase R$ 1 bi sai do MEC para Deputados Aprovarem Reforma da Previdência
08/08/2019 12:17 em Política & Economia

No total, foram R$ 4,5 bilhões de reais para emendas parlamentares, na compra de votos, pela aprovação da Reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro.

 

Deste total, a pasta da educação sofreu o pior corte. No segundo turno da votação da reforma da previdência, foram cortados R$ 926 bilhões de reais que saem do MEC, principalmente do ensino superior. Universidades e institutos federais são os mais prejudicados.

 

Outros Cortes na Educação, já foram feitos em julho (2019): Contingenciamento de R$ 1,4 bilhão. Neste mês de agosto (2019): Corte R$ 348 milhões dos livros didáticos para o ensino básico.

 

 

Muitas universidades não têm dinheiro para chegar até o final deste ano de 2019 com as atividades normais, este é o caso da Universidade Federal de Goiás que fecha as portas em outubro se o governo mantiver os cortes.

 

Veja AQUI a entrevista com o reitor da instituição, professor Edward Madureira Brasil.  

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!