DetranGo/Sanperes: terceirização e corrupção que lesaram os goianos em R$ 110 milhões
08/11/2019 10:28 em Política & Economia

Durante a operação CEGUEIRA DELIBERADA das polícias civil e militar de Goiás, realizada nesta 5ª-feira(07), sete pessoas foram presas, são elas:

Os proprietário da Sanperes, Daniel Ganda dos Santos, Sérgio Augusto Nunes Pinto; Wederson da Silva Viana; o ex-vereador Marcelo Augusto Sampaio Martins; e Rosana Ribeiro da Silva, Vagner Pedroso Caovila e Carlo Henrique Senkiio.

Conforme as informações divulgadas pela PC, os crimes ocorreram a partir de 2014. De acordo com a polícia, a investigação mostra que houve fraude no processo de licitação do Detran em 2014 para vistoria veicular, a empresa Sanperes nem poderia participar.

Segundo as informações da polícia houve superfaturamento e reajustes ilegais, que ultrapassam R$ 110 milhões entre 2015 e 2019.

Além do ex-presidente do Detran-GO, o dono da Sanperes Daniel Ganda dos Santos foram preso temporariamente.

A empresa SANPERES divulgou nota esclarecendo que:

Trata-se de uma arbitrariedade perante a empresa, que sempre atuou dentro da legalidade, prezando pela ética e honestidade em suas atividades. A Sanperes e seus sócios possuem conduta ilibada reconhecidamente em todo o Estado de Goiás.”.

“Desta forma, o corpo jurídico da empresa irá tomar as providências cabíveis dentro da legalidade, buscando a apuração dos fatos e a efetivação da justiça, além de atuar no sentido de contribuir com o bom andamento do processo”.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!