Economia em vertigem: maior fuga de capitais desde 1982, dólar explode R$ 4,72 e Euro bate R$ 5,24
10/02/2020 15:12 em Política & Economia

 

Alta de preços das moedas internacionais mostra que investidores estrangeiros continuam retirando dinheiro do mercado brasileiro depois que 2019 registrou a maior fuga de capitais da série histórica, iniciada em 1982

 

A propalada confiança dos investidores estrangeiros no governo é mais uma falácia de Jair Bolsonaro que vem sendo desmontada. Nesta sexta-feira (7), após abrir o dia em alta, o valor do dólar explodiu e já chega a R$ 4,72 nas casas de câmbio. O Euro segue o movimento de alta e é vendido a até R$ 5,24.

 

Os valores mostram que a fuga de capitais se acentua, após bater recorde em 2019, quando mais de R$ 40 bilhões de dinheiro estrangeiro foi retirado da Bolsa de Valores de São Paulo.

 

Segundo dados do Banco Central, a retirada de dólares da economia brasileira em 2019 superou o ingresso de divisas em US$ 44,768 bilhões, ocasionando a maior fuga de capitais da série histórica, iniciada em 1982.

 

Bolsonaro superou com larga vantagem o recorde anterior, de 1999, quando Fernando Henrique Cardoso instituiu a livre flutuação cambial, que à época registrou fuga de US$ 16,1 bilhão.

 

A fuga vem acompanhada ainda da queima de pelo menos outros US$ 10 bilhões em reservas cambiais, acumuladas sobretudo durante os governos do ex-presidente Lula, quando o Brasil chegou a registrar o ingresso de mais de US$ 87 bilhões, em 2007.

 

Fonte: Revista Fórum

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!